Um Rio de Mar a Mar: Do Valongo À Glória de São Sebastião
by Wantuir
Lyrics and Meaning


Ratings

Song Lyrics


Song Meaning
Verse 1
O canto do cais do Valongo ôo
Que veio de Angola, Benin e do Congo
Tem semba, capoeira e oração
O Rio sai da roda de jongo e vai desaguar
Na glória de São Sebastião
Verse 2
Oi bota abaixo, sinhô
Oi bota abaixo, sinhá
Lá vem o Rio
De terno de linho e chapéu panamá
Verse 3
Oi bota abaixo, sinhô
Oi bota abaixo, sinhá
Lá vem o Rio
De terno de linho e chapéu panamá
Verse 4
A correnteza
De um Rio Branco é que traz
A arte do canto e a dança,
Todos os sons musicais
O teatro da vida não sai de cartaz
A ilusão é uma atriz
Se exibindo na praça linda e feliz
Eu vou
Da Revolta da Chibata
Ao sonho que faz passeata
Seguindo a canção triunfal
Verse 5
Nesse Rio que vem e que vai
Traço o meu destino
E viro menino pra brincar de carnaval
Verse 6
Sou carioca, meu jeito é de quem
Vem com sorriso do samba que a gente tem
Meu peito é um porto aberto
Pra te receber, meu bem
Verse 7
Vou de mar a mar, mareia
Vou de mar a mar, mareia, mareou
Iluminai o tambor do meu terreiro
Ó santo padroeiro
O axé da Portela chegou

Lyrics Licensed & Provided by LyricFind
Writer(s):Lyrics © Universal Music Publishing Group
Copyright: EDSON ALVES DE JESUS, WAGNER ALVES DE JESUS, LUIZ CARLOS MAXIMO DIAS, ANTONIO CARLOS NASCIMENTO PINTO, JURANDIR DO AMARAL SILVA



What's Your Interpretation?

No Thoughts or Song Meanings Yet

Be the first to leave a thought.

Related Blog Posts