Rio das Almas cover
Rio das Almas cover

Rio das Almas Lyrics Meanings
by Marcia Mah


Rio das Almas Lyrics

RIO DAS ALMAS
Marcia Mah
Álvaro Mestre Ramos

O rio que corta a aldeia
De minha infância
Não é o posto por Pessoa
Nem Tejo, nem Tamisa
Volga que o valha

Orvalhado na noite
Sereno, corre calado
Não por terras entre Minho e Douro
O rio de que falo Rasga o sertão
Do Sumidouro

Me lembro sim, suas águas calmas
Meio sem jeito, suas águas calmas
Triscar inocente suas águas calmas
Ao fisgar intrépidos Lambaris

Os passos trôpegos no barro sozinho
A relva molhada, a passarinhada
A velha porteira, primeira
Fronteira do meu caminho

Writer(s): Álvaro Mestre Ramos, Marcia Mah
Copyright(s): Lyrics © Tratore
Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

Rio das Almas Meanings

Be the first!

Post your thoughts on the meaning of "Rio das Almas".

End of content

That's all we got for #

What Does Rio das Almas Mean?

Attach an image to this thought

Drag image here or click to upload image

Lyrics Discussions
Hot Tracks
Recent Blog Posts