A Uns Passos da Acídia

A Uns Passos da Acídia Lyrics Meanings
by Ridh Pacífico

1

A Uns Passos da Acídia Lyrics

Vou ralar se tudo for pelo ralo
Vou ralar se tudo for pelo ralo
Vou ralar se tudo for pelo ralo, e recomeça na melhor hora
Bagunça, bagunça
Três objetivos em um só momento
Não que eu precise de tempo
Só economizo sem pensar
Paro um ato começo outro
A impressão que dá, é que o crânio vai estourar
Mudança, mudança
Mudança, mudança
Minha casa vazia
Meu bolso sem grana
Ação de um menino que se acha maduro
Um ótimo início para se ferrar
Mau planejei já agi
Mau comecei já senti que cai
Eu quis ficar sozinho
Não que eu precise disso
Só coloquei na minha cabeça que preciso
Não quero inimigo
Pois o sistema chama pra briga
A depressão me visita
Ainda mais quando lembro da circunferência maldita
É pelas metas
Setas perdidas, setas perdidas
É pelas metas
Setas perdidas, setas perdidas
Roupas sujas, normal!
Louças sujas, normal!
"Preguiçoso?"
Sim, admito, não quero arrumar o caos!
Me desempenhado devagar
Enjoei da pressa
Sei lá o que que pode me parar
A caminhada é insegura antes mesmo de começar
"Que merda"
Mais bagunçado que minha mochila
Tédio acumulado
Pra dormir não tenho horário
Pra acorda não horário
Hoje eu tô no pique do bicho preguiça
Hoje eu tô no pique do bicho preguiça
Amanhã vou atrás do que mente precisa
Relatório do sono
Ultimamente dormindo muito
Meio que me guardando
Disseram que é mau uso do livre arbítrio
Enquanto uns padronizam, eu sigo sonhando
Me perdi penso, se continuo estudando ou devo parar
Me perguntando
Onde isso tudo vai e levar?
Pra onde esses sons vão me levar?
Especular para que?
O futuro vai responder
Deixo pra lá a futura resposta
E sigo para frente
Talvez passe na loja e busque um outro tênis
Almejo uma uma poltrona confortável
Quando "din" estiver instável comprarei
Um vídeo game
Na conta ainda uns mil reais
Nem sempre bom uso dos papéis
Ainda tenho o apoio dos fiéis
Salve mano Luiz! Qualquer dia eu to colando aí pra nós jogar um MK-10
Mais bagunçado que minha mochila
Cérebro revirado
Pra dormir não tem horário
Pra acordar não tem horário
Tô pique do bicho preguiça
Tô pique do bicho preguiça
Vou ralar, ser tudo for pelo ralo
Mais bagunçado que minha mochila
Cérebro revirado
Pra dormir não tem horário
Pra acordar não tem horário
Tô pique do bicho preguiça
Tô pique do bicho preguiça
Vou ralar se tudo for pelo ralo
Vou ralar se tudo for pelo ralo

Vou ralar se tudo for pelo ralo
Vou ralar se tudo for pelo ralo
Vou ralar se tudo for pelo ralo, e recomeça na melhor hora
Bagunça, bagunça
Três objetivos em um só momento
Não que eu precise de tempo
Só economizo sem pensar
Paro um ato começo outro
A impressão que dá, é que o crânio vai estourar
Mudança, mudança
Mudança, mudança
Minha casa vazia
Meu bolso sem grana
Ação de um menino que se acha maduro
Um ótimo início para se ferrar
Mau planejei já agi
Mau comecei já senti que cai
Eu quis ficar sozinho
Não que eu precise disso
Só coloquei na minha cabeça que preciso
Não quero inimigo
Pois o sistema chama pra briga
A depressão me visita
Ainda mais quando lembro da circunferência maldita
É pelas metas
Setas perdidas, setas perdidas
É pelas metas
Setas perdidas, setas perdidas
Roupas sujas, normal!
Louças sujas, normal!
"Preguiçoso?"
Sim, admito, não quero arrumar o caos!
Me desempenhado devagar
Enjoei da pressa
Sei lá o que que pode me parar
A caminhada é insegura antes mesmo de começar
"Que merda"
Mais bagunçado que minha mochila
Tédio acumulado
Pra dormir não tenho horário
Pra acorda não horário
Hoje eu tô no pique do bicho preguiça
Hoje eu tô no pique do bicho preguiça
Amanhã vou atrás do que mente precisa
Relatório do sono
Ultimamente dormindo muito
Meio que me guardando
Disseram que é mau uso do livre arbítrio
Enquanto uns padronizam, eu sigo sonhando
Me perdi penso, se continuo estudando ou devo parar
Me perguntando
Onde isso tudo vai e levar?
Pra onde esses sons vão me levar?
Especular para que?
O futuro vai responder
Deixo pra lá a futura resposta
E sigo para frente
Talvez passe na loja e busque um outro tênis
Almejo uma uma poltrona confortável
Quando "din" estiver instável comprarei
Um vídeo game
Na conta ainda uns mil reais
Nem sempre bom uso dos papéis
Ainda tenho o apoio dos fiéis
Salve mano Luiz! Qualquer dia eu to colando aí pra nós jogar um MK-10
Mais bagunçado que minha mochila
Cérebro revirado
Pra dormir não tem horário
Pra acordar não tem horário
Tô pique do bicho preguiça
Tô pique do bicho preguiça
Vou ralar, ser tudo for pelo ralo
Mais bagunçado que minha mochila
Cérebro revirado
Pra dormir não tem horário
Pra acordar não tem horário
Tô pique do bicho preguiça
Tô pique do bicho preguiça
Vou ralar se tudo for pelo ralo
Vou ralar se tudo for pelo ralo

Writer(s): Felipe Cassalho, Richard Santos
Copyright(s): Lyrics © DistroKid
Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

A Uns Passos da Acídia Meanings

Be the first!

Post your thoughts on the meaning of "A Uns Passos da Acídia".

End of content

That's all we got for #

What Does A Uns Passos da Acídia Mean?

Attach an image to this thought

Drag image here or click to upload image

Latest Blog Posts
Lyrics Discussions
Hot Tracks
Recent Blog Posts