Realidade (Não Sou De Ninguém)

Realidade (Não Sou De Ninguém) Lyrics Meanings
by Tara Perdida

1

Realidade (Não Sou De Ninguém) Lyrics

Realidade, com o tempo a escassear
Cumplicidade, tá na hora de voltar

Vou tentar vencer por baixo, querer um dia ser alguém,
Não poder pisar com os outros, não dever nada a ninguém,
Sempre atento á minha volta, sem nada a condenar,
O sacrificio é grande
Os braços não vou baixar

Realidade, o tempo escassear
Cumplicidade, está na hora de voltar
Vulgaridade,
O tempo escassear…o tempo a escassear…
Ver o tempo a escassear
E eu não sou…de ninguém
E eu não sou…de ninguém

Condição de ser quem sou, de nunca vir a mudar,
Ideais para manter, é preciso ajudar,
Sem comportamentos falsos e sem nada de ninguém,
Problemas todos temos e resolução também

Realidade, o tempo escassear
Cumplicidade, está na hora de voltar…
Está na hora de voltar…
Está na hora de voltar
E eu não sou…de ninguém
E eu não sou…de ninguém
...de ninguém…de ninguém…de ninguém…de ninguém…

Copyright(s): Lyrics © S.P.A.(SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES)
Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

Realidade (Não Sou De Ninguém) Meanings

Be the first!

Post your thoughts on the meaning of "Realidade (Não Sou De Ninguém)".

End of content

That's all we got for #

What Does Realidade (Não Sou De Ninguém) Mean?

Attach an image to this thought

Drag image here or click to upload image

Lyrics Discussions

1

336
Hot Tracks

0

72
Recent Blog Posts