Babel cover
Babel cover

Babel Lyrics Meanings
by Um Corpo Estranho

1

Babel Lyrics

Cede o sobreiro plangente
Ao velho cantar da serpente
E enquanto ele adormece
Tudo em seu torno envelhece

E por entre um véu de ilusões roubadas ao céu
A sombra caiu na vereda
Turvando a razão como um deus pagão
Que de sonhos vãos se embebeda

Dançam portões com o vento
E é belo o seu movimento
Como se nada impedissem
Como se ao mundo se abrissem

E ecoam em nós as glórias dos nossos avós
Como hinos de guerras vencidas
Histórias de cordel
Sobre os escombros de Babel
Que a miúde são repetidas

E ecoam em nós as glórias dos nossos avós
Como hinos de guerras vencidas
Histórias de cordel
Sobre os escombros de Babel
Que a miúde são repetidas

Writer(s): Joao Miguel Marques Mota Dos Santos, Pedro Miguel Ferreira Franco
Copyright(s): Lyrics © Lusitanian
Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

Babel Meanings

Be the first!

Post your thoughts on the meaning of "Babel".

End of content

That's all we got for #

What Does Babel Mean?

Attach an image to this thought

Drag image here or click to upload image

Lyrics Discussions
Hot Tracks
Recent Blog Posts