Sangue Irmão cover
Sangue Irmão cover

Sangue Irmão Lyrics Meanings
by Um Corpo Estranho


Sangue Irmão Lyrics

Movido pelo tumulto, bradei à terra trovões
Investi contra os demais, faltou-me rédea e travões
Coberto, a sós, em frio abrigo, protelando essa vastidão
De mundo que clama ao meu ouvido: liberdade pelo sangue irmão

Só para ficar para sempre, fiz-me existir remoto
Dobrando as terras sofridas, travando as guerras dos outros
Só por engano, o inimigo quis provar desse pão
Roubado à fome e embebido no amargo do sangue irmão

Vem da cegueira, vem de uma miragem
Os sinos dobram por quem está de passagem

Coberto, a sós, em frio abrigo, protelando essa vastidão
De mundo que clama ao meu ouvido: liberdade pelo sangue irmão

Só por engano, o inimigo quis provar desse pão
Roubado à fome e embebido no amargo do sangue irmão

No fim, quem os fez dobrar?
No fim, quem os fez dobrar?

Writer(s): Joao Mota, Pedro Franco
Copyright(s): Lyrics © Lusitanian
Lyrics Licensed & Provided by LyricFind

Sangue Irmão Meanings

Be the first!

Post your thoughts on the meaning of "Sangue Irmão".

End of content

That's all we got for #

What Does Sangue Irmão Mean?

Attach an image to this thought

Drag image here or click to upload image

Lyrics Discussions
Hot Tracks
Recent Blog Posts